Léxico

    A osteoporose

    Trata-se de uma doença que diminui a resistência dos ossos, fragilizando-os (alteração da articulação). Por esta razão, as pessoas com osteoporose estão sujeitas a um elevado risco de fraturas.A osteoporose é provocada por um desequilíbrio entre a reabsorção e a formação óssea. Acarreta uma perda óssea, seguida de uma fragilidade dos ossos e da alteração da estrutura óssea. A carência de vitamina D e/ou de cálcio constitui um fator de risco de osteoporose.A osteoporose é uma afeção frequente, especialmente na mulher após a menopausa.

    Afrontamentos

    Os afrontamentos correspondem a uma manifestação muito frequente da pré-menopausa e manifestam-se através de uma sensação de calor intenso acompanhado de transpiração e suor. Devem-se principalmente à alteração hormonal que ocorre durante esse período, com a queda dos estrogénios, provocando um desequilíbrio dos centros termorreguladores.

    Afrontamentos

    Os afrontamentos correspondem a uma manifestação muito frequente da pré-menopausa e manifestam-se através de uma sensação de calor intenso acompanhado de transpiração e suor. Devem-se principalmente à alteração hormonal que ocorre durante esse período, com a queda dos estrogénios, provocando um desequilíbrio dos centros termorreguladores.

    Cãibra

    Uma cãibra corresponde a uma contração involuntária, passageira e dolorosa de um músculo. As cãibras são mais comuns nas pessoas idosas, na mulher grávida e nos desportistas e ocorrem frequentemente à noite. Para prevenir as cãibras, a utilização de suplementos de magnésio, cobre e potássio pode ajudar a compensar as carências eventuais, que muitas vezes estão na origem das cãibras. Em caso de cãibra, aconselha-se estirar o músculo em causa e aplicar um creme descontraturante.

    Cistite

    A cistite é uma inflamação da bexiga que afeta principalmente as mulheres. Esta inflamação é frequentemente causada por bactérias que sobem pela uretra até à bexiga. Em caso de cistite, recomenda-se beber muita água, para eliminar a maior parte dos germes. É necessário consultar um médico. Este poderá receitar-lhe um tratamento antibiótico adequado e associá-lo a suplemento à base de plantas como a Uva-de-urso ou a Arando, pelas suas propriedades diuréticas e antisséticas. Para a sua higiene íntima, aconselha-se a utilização de uma solução de lavagem que calme as irritações. Se os sintomas persistirem, deve consultar um médico.

    Dermatite atópica

    A dermatite atópica afeta 15 a 20% dos bebés. Trata-se de uma forma de eczema que surge geralmente 3 a 6 meses após o nascimento. É acompanhada de vermelhidões, prurido e pele seca. Em certos casos, pode provocar uma exsudação e o aparecimento de crostas. Embora mais raramente, a dermatite atópica pode também afetar os adultos. Em caso de dermatite atópica, desaconselha-se o uso de produtos de lavagem demasiado agressivos e inadequados. Convém privilegiar as soluções de lavagem sem sabão sob a forma de “pain” dermatológico enriquecido com lípidos ou de espuma. Depois da higiene, convém secar-se sem esfregar efetuando toques sobre a pele e aplicar cuidados calmantes. Recomendamos que consulte um médico.

    Eritema das nádegas (assadura)

    O eritema das nádegas, ou assadura, é uma irritação da pele das nádegas que ocorre frequentemente nos recém-nascidos. O eritema das nádegas está frequentemente ligado ao atrito e à maceração da urina e das fezes nas fraldas dos bebés. Em caso de eritema das nádegas, aconselha-se mudar as fraldas com a maior frequência possível (pelo menos 10 vezes por dia), para que as nádegas do bebé permaneçam limpas e secas. Aconselha-se também a aplicação de um produto que absorva a humidade, proteja a epiderme contra a fralda e alivie a pele do bebé. Se os sintomas persistirem, convém consultar um médico.

    Insuficiência venosa

    A insuficiência venosa corresponde a um retorno deficiente do sangue das veias da perna para o coração. Esta patologia afeta as válvulas das veias deficientes e pode causar uma estase venosa nas pernas, podendo esta provocar dores e sensação de pernas pesadas. A insuficiência venosa evolui da sensação de pernas pesadas para a úlcera venosa, passando pelas varizes. Mas por vezes, as doenças venosas não apresentam nenhum sintoma. Assim que surgirem sensações de pernas pesadas, aconselha-se que consulte um médico. Este recomendará a aplicação de um creme para ativar a circulação sanguínea. Conforme a importância dos seus sintomas, poderá também recomendar-lhe a utilização de venotrópicos associados ou não ao uso de meias compressão.

    Intertrigo

    O intertrigo é uma afeção cutânea caracterizada por uma inflamação ao nível das dobras (axilas, virilhas, umbigo, sob o peito, dobra das nádegas) nomeadamente favorecida pela transpiração excessiva. O eritema das nádegas do bebé é uma forma de intertrigo. Em caso de intertrigo, convém utilizar cuidados que absorvem a humidade, protegendo a epiderme e calmando as irritações. Recomendamos que consulte um médico.

    Lactobacilos

    Os lactobacilos são bactérias ditas lácticas. Estas estão presentes em certos meios, como a vagina e os intestinos. A vagina da mulher contém uma flora bacteriana específica – os lactobacilos – que protege esta zona frágil. Quando existem em quantidade suficiente, os lactobacilos contribuem para manter na vagina o pH adequado para impedir a proliferação de germes e fungos patogénicos. Produzem várias substâncias que estimulam as defesas imunitárias locais, travam o desenvolvimento das bactérias e limitam a sua aderência à mucosa vaginal.As bactérias, no equilíbrio desta flora, têm uma função protetora contra os micróbios graças às suas propriedades (peróxido de hidrogénio, ácido láctico) que permitem travar o desenvolvimento dos micróbios.

    Leucorreia (corrimento vaginal)

    A leucorreia é um corrimento vaginal. Estas secreções da mucosa vaginal e do muco cervical estão normalmente presentes e variam conforme o ciclo e a pessoa. Se o corrimento vaginal a incomodar, pode utilizar toalhetes íntimos suaves para se refrescar e limpar suavemente, a qualquer momento. Quando o corrimento vaginal se torna anormalmente abundante, de cor ou malcheiroso, é na maioria dos casos o resultado de uma infeção vaginal bacteriana, fúngica ou parasitária.Neste caso, recomenda-se vivamente consultar um médico.

    Menopausa

    A menopausa corresponde à interrupção fisiológica dos ciclos menstruais, devido à paragem da síntese e da segregação das hormonas pelos ovários (estrogénio e progesterona).Este período ocorre entre os 45 e os 55 anos e traduz-se numa sintomatologia clínica como afrontamentos e perturbações psíquicas, bem como secura vaginal.Por razões hormonais, as mulheres menopáusicas são as primeiras afetadas pela secura vaginal. É importante fazer a higiene com um produto suave e adequado, não excedendo duas vezes por dia. 

    Micose

    Uma micose é uma afeção provocada por fungos ou leveduras. Numerosos fatores podem favorecer as micoses vaginais: anticoncecionais e tratamentos progestativos, tratamentos antibióticos, duches vaginais, roupa interior sintética, calças demasiado apertadas… Em caso de micose vaginal, aconselha-se utilizar em complemento do tratamento prescrito pelo médico, uma solução de lavagem com um pH alcalino que permita reduzir a proliferação de fungos.Se os sintomas persistirem, aconselhamos que consulte um médico.

    A osteoporose

    Trata-se de uma doença que diminui a resistência dos ossos, fragilizando-os (alteração da articulação). Por esta razão, as pessoas com osteoporose estão sujeitas a um elevado risco de fraturas.A osteoporose é provocada por um desequilíbrio entre a reabsorção e a formação óssea. Acarreta uma perda óssea, seguida de uma fragilidade dos ossos e da alteração da estrutura óssea. A carência de vitamina D e/ou de cálcio constitui um fator de risco de osteoporose.A osteoporose é uma afeção frequente, especialmente na mulher após a menopausa.

    Pé-de-atleta

    O pé-de-atleta é uma infeção fúngica que afeta habitualmente a pele situada entre os dedos dos pés. O nome deve-se ao facto de os desportistas serem frequentemente sujeitos a esta afeção. Existem numerosos fatores de risco: andar descalço na piscina, usar meias e calçado em materiais sintéticos...Para prevenir esta infeção, recomenda-se, após o duche ou ao sair da piscina, limpar bem os pés e mais especificamente os espaços entre os dedos, com uma toalha limpa. É também aconselhável usar meias de algodão ou de lã que, ao contrário das meias de acrílico, absorvem a humidade.

    Prurido (comichão)

    O prurido corresponde a uma comichão intensa da pele, que provoca a necessidade de a pessoa se cocar para ter alívio. Caso persista, o prurido ocasiona lesões de prurido. Várias afeções cutâneas são responsáveis pelo prurido: eczema, psoríase, micose…. Em caso de prurido, aconselha-se a utilização de um produto suavizante e calmante.Se os sintomas persistirem, convém consultar um médico. 

    Secura vaginal

    A secura vaginal é uma insuficiência ou a ausência de hidratação natural da vagina. A secura vaginal pode estar ligada ao stress, a uma má higiene de vida (como o abuso de álcool ou de tabaco), à tomada de um medicamento ou de certos anticoncecionais. A intensa variação hormonal que ocorre no momento da menopausa ou durante a gravidez é também uma das causas principais da secura vaginal. Em caso de secura vaginal, aconselha-se fazer a higiene íntima com um produto de lavagem suave, no máximo 2 vezes por dia, e utilizar um produto calmante. É também possível utilizar um gel vaginal hidratante/lubrificante.Recomendamos igualmente que consulte um médico.

    Vaginose bacteriana

    Esta corresponde a um desequilíbrio da flora vaginal microbiana. As bactérias naturalmente presentes na vagina têm uma função de proteção contra certas infeções vaginais.A vaginose causa sintomas clínicos tais como corrimentos malcheirosos acinzentados (cheiro a peixe), dores, comichão e inflamação.

    Varicela

    A varicela é uma doença infecciosa contagiosa causada por um vírus, que ocorre principalmente durante a infância, entre 2 e 10 anos de idade. Manifesta-se sob a forma de vesículas sobre todo o corpo da criança. É extremamente contagiosa (presença do vírus) e muito pruriginosa (cuidado com as lesões de coceira). Para aliviar a comichão causada pela varicela, aconselha-se tomar banhos quentes, utilizar uma loção de lavagem suavizante e calmante e aplicar seguidamente sobre a pele seca um cuidado calmante.Recomendamos igualmente que consulte um médico. 

    Vulvovaginites

    As vulvovaginites correspondem à inflamação da vulva e da vagina. Representam a causa mais frequente de comichão vulvar na mulher.Podem acompanhar-se de corrimentos vaginais e dores durante as relações sexuais. As causas das vulvovaginites são infeções microbianas, micóticas (por fungos) ou parasitárias. Em caso de vulvovaginite, aconselha-se a utilização de uma solução de lavagem calmante com um pH alcalino que permita reduzir a proliferação de fungos.Recomendamos que consulte um médico.